quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Açúcar queimadinho




Lia foi visitar uma amiguinha. Era uma amiguinha com um nome muito especial:
Rosa + Ana - tão linda como uma rosa e trazia no coração a meiguice que todas as Anas parecem possuir.


Encontrar amigos é como uma festa, todos os nossos pensamentos se alinham ligeiros só para trazer alegria ao amigo e todos os nossos sentidos despertam para colher as alegrias que o amigo nos trás.

E assim foi.





Queriam comemorar a alegria de estar juntas. Precisavam compartilhar algo! Foram então para a cozinha que é o lugar onde se misturam as combinações únicas de aromas e sabores que guardam as nossas primeiras lembranças.
Bem aquecidas e confortáveis, resolveram fazer uma sobremesa simples: sorvete com banana caramelizada: açúcar na caçarola, um pouquinho de canela, fogo baixo enquanto os cristaizinhos do açúcar se transformam em doce melado.

Eram tantas as novidades para contar...

Conversar é uma forma de apropriação do universo do outro. Ouvimos o que nos contam e contamos coisas que o outro nem pode imaginar - dividimos e multiplicamos ao mesmo tempo. Conversa vai, conversa vem...Conversa vem, conversa vai...

Ai... Ai... Ai...Um cheirinho...
- Açúcar queimadinho!
A atenção é uma senhora que mora em um só lugar. Conversando as amigas deixaram a calda de açúcar queimar, mas com amizade e alegria tudo se resolve. Brincando e rindo lavaram tudo e recomeçaram com mais atenção, para deixar bem gostoso o lanche que perfumou de novo  a casa com aromas de carinho e afetividade.

5 comentários:

  1. Muito meigo!
    Um grande abraço.
    Cristina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amiga querida! É muito gostoso sentí-la tão perto!

      Excluir
  2. Rosana disse:
    "tentei postar esta resposta no blog, mas não consegui. Se vc puder, coloque prá mim."

    Aqui está:

    "Presente muito lindo!
    Realmente,tivemos mais uma chance e fizemos dar certo! Perfumamos a casa e fortalecemos nossos laços de amizade.
    Obrigada querida amiga!
    Rosa+ana!...rs"

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, Fátima!

    Que adorável tudo: as sensações, os gostos, os cheiros, a delicadeza poética em cada palavra e figura.



    ResponderExcluir